Image Map

sábado, 25 de março de 2017

Conhecendo as ganhadoras

Oi Pessoal.



Vou apresentar para vocês a Nayara e a Maristela, as duas ganhadoras da promoção de aniversário do blog que ficou faltando no outro post.



Elas enviaram as fotos dos prêmios e eu fui até o Facebook fazer uma coleta de imagens e peguei as fotos dos perfis delas. Espero que elas não fiquem muito nervosas com isso.


Então com vocês a Maristela Rezende que ganhou o kit 2:





E a Nayara Souza que ganhou o kit 3:


 
 
  



Adoro poder mostrar as ganhadoras das promoções que rolam aqui no meu bebê (já repararam que é quase um clube da Luluzinha né? Só dá mulher kkkkkkkkkkk).



Meninas espero que não se importem por eu ter pegado as fotos de vocês emprestadas lá do Facebook. E que curtam bastante seus prêmios.



Assim que tivermos mais ganhadoras (kkk) das futuras promoções vou apresentá-las para vocês.




Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

(Resenha) Meu trabalho é um prazer! - Mario Enzio


Título: Meu trabalho é um prazer!

Autor: Mario Enzio

Editora: Vida & Consciência

Páginas: 160

Ano: 2017



Sinopse: Nesta obra, o autor traz situações de âmbito pessoal ou profissional para retratar as dinâmicas da vida e o nosso desejo de promover pequenas mudanças no dia a dia.
Ao nos apresentar uma reflexão acerca desses assuntos, o autor propõe a superação de pequenos desafios por meio de atitudes simples ou de poucas palavras, visando produzir grandes mudanças em nossa vida e nas relações que permeiam nosso cotidiano.




***



O autor Mario reuniu 30 questões e deu o seu parecer sobre elas, o que ele pensa a respeito de cada assunto.

Com isso o leitor acaba tendo que refletir e relacionar o seu jeito de pensar com o que leu.

Em cada conjuntura o Mario acoplou uma cena do dia a dia para mostrar o conceito dentro do contexto. Desta forma podemos unir a teoria da reflexão com a prática do acontecimento.

A questão principal, que se tornou o título do livro, deve ser a mais analisada pelo leitor: O seu trabalho lhe dá prazer?

Se a resposta for negativa recomendo que leia esta obra e descubra a motivação para transformar esta situação a seu favor.

Vou mais além na afirmação: Absolutamente tudo na nossa vida deve ser feito por amor. Começa com a excitação da coisa nova, passa para a paixão e se transforma em amor.

Se não for assim a pessoa se torna um robô. Faz as tarefas no automático e se sente infeliz.

Muita gente vai dizer que trabalha por obrigação, pois tem que pagar as contas e não pode escolher o emprego que lhe trará prazer.

Sim, num mundo capitalista temos muitas contas a pagar e não podemos nos dar o luxo de escolher onde trabalhar. É aproveitar a chance que aparece e se acomodar na situação.

Tem gente que se sente feliz vivendo assim, e muitos outros infelizes, pois desejam mais da vida.

Como mudar esta situação? Temos duas alternativas para quem realmente quer fazer esta mudança: Procurar um emprego onde poderá trabalhar por amor ou transformar o emprego atual em algo que lhe dará prazer.

E como faço esta transformação? O primeiro passo é parar de reclamar. O que mais escuto são pessoas reclamando dia após dia sobre seus trabalhos, de como são estressantes, massantes e tal. Do que adianta fazer isso? Nada. A pessoa só fica deprimida por não estar fazendo algo que goste.

Vocês irão perguntar: E apenas parar de reclamar vai transformar o emprego em um trabalho que me dá prazer? Sim. Este é o início da mudança. Em vez de focar sua energia em reclamações foque no emprego. Trabalhe com disposição e com um sorriso no rosto. A pessoa que você atenderá (se seu trabalho for com o público) não tem nada a ver com o seu mau humor com relação ao seu emprego.

Mude a sua rotina. Se vai para o trabalho de ônibus desça um ponto antes ou um depois e caminhe (sei que nos dias de hoje com a violência é assustadora, mas não podemos nos manter reféns dela). Deseje um bom dia, uma boa tarde e uma noite para quem cruzar o seu caminho sejam colegas no trabalho ou transeuntes na rua.

São as pequenas mudanças no cotidiano que trarão as grandes transformações para a nossa vida.

E este passo deve ser dado em todas as áreas. Não adianta sentir prazer com o emprego e ficar infeliz com a relação amorosa. Temos que estar bem em todos os campos.

Se uma situação está lhe deixando incomodado mude. Se for o emprego, procure outro. Se for a namorada, termine a relação e procure outra.

O que não podemos é viver pela metade. Nem sentarmos e ficarmos reclamando de braços cruzados.

Nas cenas descritas em cada capítulo tenho certeza que todo leitor ou irá se identificar com o personagem ou conhece alguém que age da mesma forma. Por isso adorei esta ideia de mostrar através destas situações do nosso dia a dia como aquela reflexão do Mario se encaixa. Isso faz o leitor parar de verdade para refletir.

Então, seu trabalho é um prazer? Espero que sim. 

E para quem não for, digo que deve fazer esta mudança ainda hoje. Isso só depende de você.





Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

terça-feira, 14 de março de 2017

(Resenha) Os Guerreiros de Antares - Trégua - Heloisy Tínel

Título: Os Guerreiros de Antares - Trégua

Autora: Heloisy Tínel

Ano: 2016

Páginas: 558

Editora: Chiado Editora



Sinopse: Annelise Boudelaire é apenas mais uma habitante do mundo que conhecemos e seu grau de importância é tão comum quanto para qualquer outra pessoa: ela tem amigos e tem família. No entanto ela acaba por descobrir que toda a sua vida fora estruturada a base de mentiras e a culpa disso era de Isaiah Boudelaire, seu próprio pai. Quando seis homens armados com espadas invadem sua casa, ela percebe que sua vida nunca mais será a mesma por conta de uma terrível verdade: Anne não é humana. Atrelada a isso está a revelação de que existe um outro mundo onde ela é mais importante do que jamais seria na Terra: Antares. Com essas descobertas, Anne deve seguir as ordens que lhe são dadas e se tornar capaz de cumprir o seu dever. O destino de dois mundos pode estar em suas mãos.



***


Anne é levada até Antares por 6 Guerreiros especiais. Ao acordar no “novo” mundo ela descobre que os antareanos são seres imortais, mas não da maneira convencional. Ninguém diz isso para ela. Na verdade Anne descobre isso da forma mais bizarra para ela: morrendo.

A partir deste momento sua vida se transforma literalmente. Ela passa a ser treinada pelos Cinco Mestres Kibors.

O que significa exatamente este treinamento: Para curar um osso fraturado primeiro ele deve ser quebrado. Para curar uma ferida ela precisa ser feita com a ajuda de uma flecha ou uma espada ou um punhal ou um punho fechado.

E foi assim que a Annelise aprendeu cada uma das lições. Dominar seu Eike para se curar, se tornar veloz e forte. Claro que nem sempre o domínio era total, o que ocasionava algumas explosões de energia. Sobrando para quem estava perto absorver ou ser absorvido por ela.

Dos personagens principais da trama ela só não foi massacrada pelo avô e pela tia avó. Os demais mostraram para a Anne como se força o aço a se transformar numa espada mortal.

Além do treinamento de combate e defesa ela também teve que trabalhar o seu lado psicológico ao ir descobrindo os segredos da sua família e das pessoas que passaram a conviver com ela.

Sua mãe era uma Guerreira e lhe transmitiu a sua essência fazendo com que a Anne se tornasse um ser único e especial.

O caminho até a finalização do seu treinamento e da sua transformação completa foi extremamente doloroso. Não houve um dia em que seu corpo não tenha sido levado a ultrapassar o limite da dor e repetir o processo várias vezes.

E mesmo com seu jeito arredio acabou conquistando algumas amizades e um amor bruto, violento e arrebatador.

Agora que dei uma pincelada na história vou dizer minhas impressões sobre a obra. O primeiro e mais importante ponto a destacar é: esta não é uma trama como estamos acostumados a ler.

Se acham que vão encontrar uma donzela frágil que espera o príncipe chegar para salvá-la do perigo, esqueçam. Se acham que vão encontrar um príncipe romântico que leva flores para a amada, esqueçam. Se acham que vão encontrar amigos que te tratam de maneira ultra delicada, esqueçam.

O que irão encontrar é uma guerreira que não sente remorso em matar, um amor que não lhe trata como um vaso de cristal e amigos que lhe ajudam a desenvolver todo o seu potencial.

Anne é impetuosa, arredia, sarcástica, determinada, diz o que pensa e o que não pensa, bate e apanha com a mesma força.

Se não levarmos em consideração o detalhe de que em Antares quem não possui asas é um escravo, nem percebemos a diferença com os humanos.

A autora Heloisy colocou sobre a mesa os ingredientes na medida exata: ação, aventura, fantasia e ficção. Acrescentou uma dose de romance, uma pitada de drama e uma boa quantidade de humor. Sovou arduamente a massa dando-lhe socos e amassando suavemente nos momentos certos. Levou para assar e criou o bolo perfeito.

Fiquei impressionada com o dom desta menina. Ela escreve de uma maneira totalmente envolvente e viciante. Não dá para largar o livro. A cada página vamos ficando mais atrelados a trama e querendo mais.

Cheguei ao final da história com um imenso gosto de quero muito, muito, muito mais. Estas míseras 558 páginas não foram suficientes para saciar a minha fome. Preciso do recheio e da cobertura deste bolo com extrema urgência.

Você pegar um tema que muitos autores já usaram em suas histórias e transformá-lo em uma trama única e exclusivamente sua não é para qualquer escritor.

E a Heloisy fez isto de forma espetacularmente perfeita. Virei fã. Adorei o fato da Anne não ser uma protagonista de um conto de fadas. Ela é uma guerreira no corpo, na mente, no coração e na alma.

O romance inusitado demonstra que mesmo entre duas pessoas que aparentemente se odeiam o amor pode surgir de uma maneira dolorosamente doce.

Uma pessoa que vive com você pode na verdade ser um inimigo prestes a lhe dar um bote e quem você não considera um amigo pode vir a salvar a sua vida.

A trégua foi desfeita e a guerra recomeçou. Mas agora tendo uma pequena grande guerreira para equilibrar a balança. Ou será para destruí-la?

Só saberemos na continuação desta trama, que eu espero pacientemente que seja lançada na próxima semana kkkkkkkkk



Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

domingo, 12 de março de 2017

Promoção Niver da Khrys

Oi Galerinha.



Hoje completo mais um ano de vida e não podia deixar de comemorar com vocês. Por isso vamos ter uma promoção especial.

O autor Sérgio Chimatti cedeu um exemplar do seu mais novo filhote literário para que um leitor aqui do blog seja presenteado.




Sendo uma blogueira vegana não tinha como escolher outra história para ser o prêmio do meu aniversário. Então quem estiver a fim de fazer parte da comemoração é só se inscrever através do formulário do Rafflecopter.






Regras:
- Ser seguidor público do blog;
- Curtir a página do autor Sérgio Chimatti;
- Ter endereço de entrega no Brasil;
- Deixar um comentário neste post para validar a participação.
Tem várias entradas extras para aumentar a chance de ganharem ok?

A promoção começa hoje dia 12/03 e vai até o dia 12/04. O ganhador terá 48hs para responder ao meu e-mail enviando seus dados ou novo sorteio será realizado. O livro será enviado por mim no prazo de 45 dias úteis. O blog não se responsabiliza por extravios ou danos causados pelos correios. Caso o prêmio retorne por erro na informação de endereço fornecida pelo ganhador, não será reenviado. 







Boa sorte.



Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

sábado, 11 de março de 2017

(Resenha) Um amor de quatro patas - Sérgio Chimatti

Título: Um amor de quatro patas 

Autor: Sérgio Chimatti

Editora: Vida & Consciência

Páginas: 384

Ano: 2017



Sinopse: Alicia, Jorge e o pequeno Denis formam uma família feliz. Jorge é engenheiro e recebe uma proposta para se mudar com a família para o interior e comandar a construção de uma usina hidrelétrica. Tudo vai bem até que uma tragédia acontece, afetando a todos profundamente.

"Um amor de quatro patas" nos mostra que todas as pessoas no mundo vivenciam um processo de evolução que as conduz ao aprendizado e que ninguém pode impedir a evolução. Este romance aborda também a importância e o respeito a todos os seres da Criação, mostrando que o amor dos anjos de quatro patas é essencial em nossa vida. 




***



A personagem principal desta trama é peluda, feia e uma verdadeira mestra. Ela ensina ao ser humano o significado do amor incondicional.

Este provavelmente é o propósito da convivência do homem com os animais domésticos: nos manter conectados com o nosso Criador.

Na trama conhecemos a trajetória da Loba/Dorinha/Meleca/? (vocês terão que ler o livro para saber qual foi o último nome que ela ganhou) e como ela se transformou no anjo canino que passou a acompanhar o Denis em suas encarnações.

Mas não era apenas com ele que a Meleca tinha uma ligação. Um outro personagem teve o privilégio de conviver com este anjo nas 3 encarnações que passou durante o desenvolvimento da história e a amou como uma filha em todas elas: a Sabrina.

Vários assuntos foram abordados e que irão fazer o leitor refletir. São temas que abrem inúmeras possibilidades de interpretações e que mostram o quanto estamos iludidos ao pensar que sabemos algo sobre a natureza humana ou a espiritualidade.

Jorge aceitou ir para o meio da mata com a esposa Alicia e o filho Denis. E lá a família percebeu que não foi apenas a mudança de asfalto para terra a grande diferença entre a cidade grande onde viviam para a nova moradia.

Foi uma mudança de atitudes e sentimentos. Mesmo amando a esposa Jorge se apaixona por outra. Quando a tragédia atinge sua família e a Alicia se afasta, por não saber lidar com a perda, ele se envolva com a outra. E acabam criando um casamento diferente do que estamos acostumados a ver.

Denis passa por etapas até aceitar sua nova condição e através do percurso que ele caminhou vamos tendo uma pequena noção de como é o outro lado da vida.
Conhecemos algumas entidades da Umbanda como a Cabocla Jurema e os Exus. Vemos como é a assistência que eles dão ao planeta e como auxiliam quem está com problemas.

Uma das personagens é vegana a veterinária Neusinha e ela ajuda o Denis quando ele decide virar vegetariano após ser levado pelo pai para assistir a barbárie do assassinato de um boi.

Se as pessoas fossem levadas a estes abatedouros clandestinos onde bois, porcos, cavalos e várias outras espécies de animais são brutalmente mortas, tenho certeza que 80% delas se tornariam vegetarianas também. Os outros 20% são os que alguns espíritas querem que nos transformemos: insensíveis.

O olhar de um animal que sabe que será morto é a pior lembrança que podemos carregar (pelo menos quem ainda não perdeu a sensibilidade nem deixou de ser humano).

Esta é a questão pela qual serei reprovada sempre nos testes: aceitar que um animal tem que sofrer nas mãos humanas, pois assim evoluirá. Ninguém me fará ver um monstro pegar uma ninhada de cachorrinhos e jogá-la no rio para que se afoguem e achar isso normal. De uma coisa podem ter certeza: mesmo que seja a última coisa que eu faça na vida eu irei fazer a pessoa ter o mesmo destino que os cachorrinhos. E já que a espiritualidade diz que devemos ficar insensíveis para a crueldade contra os animais não sentirei um pingo de remorso ao ver a pessoa se afogando e sentindo exatamente o mesmo que os filhotes sentiram.

Não estou nesta vida para julgar as atitudes que as pessoas tomam em prol da própria felicidade. Cada um sabe o que o faz feliz assim como eu sei o que me faz feliz e o que eu repudio para mim.

Uma coisa que não admito em hipótese nenhuma é a traição. Nem da pessoa que está comigo nem a minha com relação a ela. E isto em qualquer relacionamento: mãe e filha, irmãos, marido e mulher, amigos.

Muitos acreditam que um corpo é apenas um corpo e fazer sexo com outras pessoas fora do casamento é normal. Que elas levem a vida da maneira que quiserem se consideram que esta situação as fará felizes.

Mas eu não me contento com isso. Não classifico um marido como um brinquedo que pode ser compartilhado com outra. Se isso é ser egoísta então sou e não irei mudar. Se é para ficar com duas mulheres o homem não deveria se casar.

Casamento é algo sério (pelo menos para mim) e se não há um respeito pela pessoa que está casada com você não existe motivo para estarem juntas. Acho digna de admiração a pessoa (homem ou mulher) que assume os próprios sentimentos ou a falta dele para a outra pessoa. Não acho aceitável alguém ficar casada por comodismo ou por não querer ficar sozinha. E esperar aparecer alguém melhor para trair o parceiro ou para assim tomar coragem para se separar.

E que o outro não me venha com a desculpa utilizada por alguns espíritas (já ouvi isso de dirigentes de casa espírita): são compromissos que fazemos lá no plano astral. Conheci um dirigente que tem 11 filhos sendo cada um com uma mulher diferente.

Este é outro ponto importante abordado no livro: tome muito cuidado com o que você ouve. Não acredite em tudo o que lhe dizem como sendo a mais pura verdade, pois a verdade não pertence a ninguém.

Siga o seu coração. E ouça a sua intuição.

Então fico extremamente feliz por não ter feito este comprometimento com ninguém.

Através da leitura deste livro o leitor entenderá a razão dos animais estarem nos acompanhando nesta jornada. Eles vieram aqui com a nobre missão de ensinar o ser humano a amar. E a deixar o outro partir.

Já passaram pela minha vida mais de 200 desses anjos. Foram anjos de quatro patas e também de dois pés e asas. Alguns só vieram para receber um pouco de amor antes de partirem. Ficaram apenas alguns dias, mas que lembrarei eternamente. E foi com uma das minhas pequenas guerreiras que aprendi a deixar ir.

Uma das nossas cachorras lutou contra todas as crueldades que o homem pode infligir a um animal. Violência sexual, envenenamento, atropelamento. Ela era uma cachorra que vivia com um senhor que passava os dias mais bêbado do que sóbrio. E quando ele faleceu, nós a adotamos, pois ficamos sabendo das barbáries que eram cometidas contra ela. Esta cachorra lutou muito contra um câncer no cérebro e não queria partir. Um dia larguei tudo o que estava fazendo e me sentei ao lado dela para conversarmos. Eu a deixei ir. Sabia que também precisava daquela conversa para que nós duas nos despedíssemos e para que ela entendesse que podia ir. Ela morreu nos meus braços. Foi naquele dia que eu aprendi o que é o amor incondicional. Antes eu me revoltava com o mundo ao ter que enterrar um dos meus bebês. Ficava mal durante dias e fazia eles ficarem mal também, pois os animais percebem a nossa vibração energética lá no outro plano como os humanos sentem. Agora eu sinto demais a perda, mas aceito que ela é apenas temporária. E espero um dia poder me reunir com cada um dos anjinhos que trouxeram tanta luz para a minha vida.

Este livro irá servir para eu responder a duas perguntas que me fazem com frequência: por que você virou vegana? E por que está solteira?
Querem saber o motivo? Leiam esta história que vocês entenderão.

Muitos acham que os veganos se consideram melhores do que os outros por seguirem esta filosofia ou por falar demasiadamente nela. Bem posso dizer com absoluta certeza que só existe uma única pessoa da qual me orgulho muito de poder dizer que me considero melhor: a pessoa que eu era antes de virar vegana. Não fiz esta opção para emagrecer (a alimentação vegetariana ou vegana é classificada como a mais saudável) ou por querer aparecer ou por qualquer outro motivo que não seja amor pelos animais. Não sou especista. Quando digo que amo os animais isto inclui todas as espécies.O veganismo significa amor e respeito pela vida.

Nenhum animal aparece na nossa vida por acaso. Isso só acontece com a permissão da espiritualidade. Então se um animal veio até você é porque tem algo a vivenciar e lhe ensinar. E a espiritualidade irá lhe ajudar a ter os recursos necessários para manter este animal junto a ti.

Tem duas frases ditas no livro que preciso dividir com vocês:
... pois o contágio daquele olhar misericordioso me mostrou a necessidade de penetrar a essência de um animal para reconhecer a minha própria essência...
... mas basta a possibilidade de o ser humano ter acesso a algum lugar para não existir paz.
A primeira demonstra a razão de ter me tornado vegana. A segunda é a verdade que conduz o homem. Só acrescentaria que ao chegar ao lugar o homem leva atrás de si a destruição. Somos a única espécie animal que sente prazer em destruir seu habitat natural e não se importa com as inúmeras espécies de outros animais que levará a extinção.

Mas se para evoluir tenho que me tornar uma humanóide sem sentimentos ou emoções (é o que muitos espiritualistas falam) prefiro continuar exatamente como estou.

Como puderam ver pelo tamanho minúsculo desta resenha (kkkkkkkkkkk) tem muitos temas para serem analisados, destrinchados, dissecados, esmiuçados, decodificados e depois novamente refeitos todos os testes pelo leitor.

O amor pode surgir em sua vida chegando por quatro patas ou dois pés e várias penas. Minha mãe tinha o hábito de comprar a galinha viva para matar em casa quando eu era criança. Só parou ao não suportar mais ver o estado em que eu e minha irmã ficávamos ao presenciar esta cena grotesca. E acabamos criando as galinhas e o galo como animais de estimação. Meu pai não era um fã de animais, mas o nosso amor por eles o contagiou e no final da sua vida teve 2 filhos caninos a quem tinha verdadeira paixão. Viram como uma criança pode sim ensinar os pais a evoluírem?

Que esta obra possa ajudar as pessoas a aprenderem a amar os animais e a aceitarem o outro como ele é. Não importando se ele leva uma vida que nós não aceitamos para nós mesmos. O que importa é que o outro tem o mesmo direito que nós de ser feliz a sua maneira.


Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Conhecendo as ganhadoras

Oi Gente.



Vou apresentar para vocês hoje 2 das ganhadoras da promoção de 4 anos do MMRE. Estava aguardando para ver se conseguia colocar as 4, mas não deu.

A Nayara está muito atarefada com os estudos (por isso eu a desculpei kkkkkkkkkkkkk) e a Maristela ainda não recebeu todos os presentes (infelizmente, mas logo estará com todos eles em mãos).

Então com vocês...



Maria Alves que ganhou o kit 1







E a Halana Ferreira que ganhou o kit 4












Espero poder apresentar a Nayara e a Maristela logo para vocês.


E que venham mais aniversários para fazer vocês leitores felizes em comemorar comigo.


Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

(Divulgação) Novo livro da autora Anaté Merger

Oi Pessoal.



Vamos conhecer o novo romance da autora Anaté Merger:




Luz e sombra



 "Virgílio é um engenheiro carioca, entediado, taciturno, que nunca amou ninguém e tem na restauração das antigas fazendas de café a sua única paixão.
Ao estar prestes a adquirir mais um imóvel para ser restaurado, ele se depara com um quadro cuja figura, até então sem nome, lhe assombrava os sonhos : Olympia, filha de um barão, em um quadro do século XIX. O olhar azulado da moça o atrai de uma maneira obsessiva e aos poucos ele se envolve numa trama cada vez mais absurda, com joias misteriosas e uma inusitada carta.
Ao tentar descobrir o que as linhas amareladas escondem, Virgílio se encontra em um emaranhado de artimanhas e chantagens, amor e ódio, onde o ontem e o amanhã se confundem durante um cruzeiro pelo Atlântico no ano de 1873 e o poder da luz sobre as sombras surge nos lugares, nas pessoas e nas atitudes mais improváveis."




Livro digital: https://goo.gl/9klGU7



Um romance histórico para deixar as leitoras suspirando encantadas.

Não vão querer deixar a oportunidade fugir né?




Um leve bater de asas *O:-) anjinho  *O:-) anjinho  para todos!!!!

Khrys Anjos